Formação

Adaptação às alterações climáticas | 3 OUT 2018

O Governo Português assumiu em 2016 o objetivo político de atingir a neutralidade carbónica em 2050. A concretização destes objetivos implica, contudo, uma mudança de modelo económico e, consequentemente, uma mudança na forma como os países crescem e na forma como as empresas produzem bens e serviços. As economias terão de ser mais eficientes na forma como usam a energia e as empresas terão de acelerar os processos de inovação de forma a conseguirem criar produtos, processos e materiais que originem menores emissões de CO2 do que os atuais.
 

Adaptação às alterações climáticas | 3 OUT 20182018-09-28T11:12:58+00:00

GHG Protocol standards for carbon accounting and reporting | 18 JAN 2019

A contabilização de emissões de Gases com Efeito de Estufa (GEE) e a sua monitorização periódica numa organização são práticas fundamentais para a construção de uma estratégia eficaz na gestão e redução das emissões de GEE. A “GHG Protocol Corporate Accounting and Reporting Standard” fornece um conjunto de requisitos e orientações que permitem às empresas e a outras organizações obter os registos e as informações necessárias de forma fiável e internacionalmente reconhecida.
 

GHG Protocol standards for carbon accounting and reporting | 18 JAN 20192019-01-07T12:40:24+00:00

Task-Force financial stability board: climate related disclosures

A Task-force on climate-related financial disclosures” (TCFD) visa desenvolver recomendações sobre divulgações voluntárias de informação financeira relacionadas com o clima, que sejam consistentes, comparáveis, confiáveis, claras e eficientes, e fornecer informações úteis à tomada de decisão para credores, seguradoras e investidores. Em junho de 2017, a TCFD lançou três documentos chave que servem como base para descrever e apoiar a implementação das suas recomendações.  

Task-Force financial stability board: climate related disclosures2018-11-26T14:59:45+00:00

Integrar os ODS na estratégia de sustentabilidade das empresas

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável representam uma oportunidade histórica para as empresas se envolverem de forma mais significativa e com uma influência mais forte e positiva na sociedade. Enquanto motor do crescimento económico e do emprego e fonte de tecnologia e inovação, o [...]

Integrar os ODS na estratégia de sustentabilidade das empresas2018-05-21T11:32:33+00:00

Estratégias de sustentabilidade nas empresas. Como iniciar e melhorar?

Definir e implementar uma estratégia de sustentabilidade constitui um desafio para todas as organizações. Desenvolver esta área implica dialogar com vários departamentos da empresa, definir áreas prioritárias, identificar indicadores e metas para o futuro. É, por isso, essencial que as empresas adquiram conhecimento e partilhem experiências, de forma a prosseguirem o seu caminho nos [...]

Estratégias de sustentabilidade nas empresas. Como iniciar e melhorar?2018-05-21T11:52:42+00:00

Os capitais das empresas: financeiro, industrial, intelectual, humano, social e natural

Todas as organizações dependem de várias formas de capital para o seu sucesso. Estes capitais são reservas de valor que, de uma forma ou de outra, se tornam entradas para o modelo de negócios da organização. Juntos, esses capitais estão na base da criação de valor de uma organização. Objetivos No final da ação [...]

Os capitais das empresas: financeiro, industrial, intelectual, humano, social e natural2018-05-21T11:59:54+00:00

Relatórios de informação não-financeira

Os relatórios de informação não financeira são uma importante ferramenta de comunicação e de prestação de contas, pois permitem aos acionistas e a outras partes interessadas terem uma visão mais consistente e abrangente do desempenho das empresas. A diretiva europeia de Informação Não Financeira que será transposta durante o ano de 2017 em Portugal, [...]

Relatórios de informação não-financeira2018-05-21T12:11:11+00:00

Valorizar o capital natural: infraestruturas verdes

Infraestruturas verdes ou naturais são sistemas planeados ou geridos (muitas vezes criados), naturais ou seminaturais, projetados para responder a uma necessidade específica. Além de fornecer a função necessária, as infraestruturas verdes podem fornecer outros co benefícios, quando comparadas com as infraestruturas cinzentas tradicionais. Objetivos No final da ação todos os formandos serão capazes de [...]

Valorizar o capital natural: infraestruturas verdes2018-05-21T12:08:00+00:00
This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept