Protocolo capital social

Protocolo capital social 2017-09-15T12:03:50+00:00

protocolo do capital social lançado em Março de 2017 pelo World Business Council for Sustainable Development (WBCSD), é uma ferramenta para as empresas medirem e valorarem as suas interações com as pessoas e a sociedade. O protocolo identifica as melhores práticas nesta área, evidencia os impactos sociais positivos nas empresas e reforça a importância de as empresas integrarem os impactos e dependências sociais no desempenho do negócio e na tomada de decisões.

PROTOCOLO DO CAPITAL SOCIAL

 

O protocolo compreende cinco passos:

1. Perceber a contribuição dos temas sociais para a relevância do negócio
2. Definir a abordagem da empresa aos temas sociais
3. Medir
4. Avaliar a performance
5. Integrar resultados

O protocolo do capital social começou a ser desenvolvido em junho de 2015 com o lançamento de “Towards a Social Capital Protocol – A Call for Collaboration”. Desde então, o WBCSD reuniu as experiências, argumentos e reflexões das empresas associadas na medição e avaliação de três temascruciais para a gestão das empresas: emprego, competências e segurança. Em outubro de 2016 foram partilhadas as principais conclusões e casos de estudo resultantes dos projetos piloto de aplicação da ferramenta e, em março de 2017 foi lançada a primeira versão pública do protocolo do capital social, ilustrada com exemplos nas áreas do emprego, competências e segurança, assim como uma plataforma online para partilha de conhecimento. O tema do capital social está totalmente alinhado com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável – ODS 8: Trabalho digno e crescimento económico.

 

Publicações de interesse

License to Innovate: Breakthrough Strategies for Social Impact

Relatório do WBCSD e Deloitte para incentivar mais empresas a apostar na inovação social como forma de alcançar sustentabilidade, crescimento financeiro e impacto social.

Social Capital in Decision-Making: How social information drives value creation

Estudo do WBCSD e KPMG sobre como a informação do capital social molda a criação de valor para as empresas, realizado junto de 20 grandes empresas mundiais e que identifica boas práticas nesta área.

Towards a Social Capital Protocol – A Call for Collaboration

Position paper  que levanta os porquês da necessidade do protocolo do capital social e que conta com exemplos de empresas como a Nestlé, Schneider Electric ou Veolia que já estão a trabalhar nesta área.

Building the Social Capital Protocol: Insights into employment skills and safety

Além de descrever o detalhe do “como” e do “porquê” de cada passo do protocolo, a publicação partilha um conjunto de reflexões e lições aprendidas sobre a aplicação do protocolo a 15 empresas: Accenture, AkzoNobel, BASF, BMW Group, DSM, Deloitte, EY, Evonik, KPMG, Lafarge Holcim, Nestlé, PWC, SCA, Siemens e Solvay.