24 redes empresariais assumem compromissos para reverter a perda de biodiversidade

24 redes empresariais assumem compromissos para reverter a perda de biodiversidade

Data da publicação: Out 2019

BCSD Portugal, em parceria com 24 redes empresariais assume compromissos internacionais para reverter a perda de biodiversidade.

 

Estudos científicos reconhecidos alertam que o planeta está a perder a natureza a um ritmo sem precedentes, rumo a um ponto sem retorno. Nos últimos 50 anos, as populações de animais selvagens caíram 60% e os cientistas alertam que a 6ª extinção em massa da vida na Terra já começou. A perda massiva da natureza está a degradar os sistemas naturais que sustentam sociedades e economias, e a taxa de degradação está a evoluir a um ritmo acelerado (Avaliação Global do IPBES sobre Serviços de Biodiversidade e Ecossistemas, lançada em maio de 2019).

Reforçando o compromisso em prol da biodiversidade, o BCSD Portugal, em conjunto com outras 24 associações empresariais para o desenvolvimento sustentável, que integram a Rede Global do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD), desafiam as empresas suas associadas em todo o mundo para um objetivo comum que se traduz na Lisbon Declaration.

Já assinaram a declaração as associações dos seguintes países: Argentina, Austrália, Bélgica, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Espanha, Estados Unidos da América, Finlândia, França, Grécia, Guatemala, Holanda, Honduras, Hungria, Irlanda, México, Panamá, Peru, Polónia, Portugal, Suíça e Ucrânia. Estas organizações representam, em conjunto, um total de cerca de 2.000 empresas e de 6.000.000 colaboradores.

As associações signatárias são as seguintes, respetivamente:

BCSD Argentina (CEADS); Business Council for Sustainable Development Australia (BCSD Australia); The Shift; BCSD Brazil (CEBDS); ACCIÓN Empresas (Chile); BCSD Colombia (CECODES); Alianza Empresarial para el Desarrollo (AED); Forética; US BCSD; FIBS; Enterprises pour l’Environnement (EpE); Greece SEV-BCSD; BCSD Guatemala (CentraRSE); MVO Nederland; BCSD Honduras (FUNDAHRSE); BCSD Hungary; Business in the Community Ireland (BITCI); SumaRSE; Peru 2021; Responsible Business Forum; oebu; CSR Ukraine.

A Lisbon Declaration é um acordo internacional através do qual estas organizações se comprometem a trabalhar em conjunto com as suas empresas associadas a nível local, para proteger, promover e restaurar a biodiversidade.

O lançamento da Lisbon Declaration vai realizar-se em Lisboa, no dia 15 de outubro, durante o Council Meeting do WBCSD (14 a 17 de outubro de 2019), um evento anual que reúne cerca de 200 CEO de empresas globais e conselhos empresariais de mais de 60 países, que integram a Rede Global do WBCSD, para trabalhar em conjunto e debater sobre os desafios, soluções e compromissos para acelerar a transição para um mundo sustentável.

A organização empresarial de cada país será responsável por estabelecer um conjunto de metas comuns, com as quais os CEO das empresas associadas se podem comprometer, concretizando projetos que assegurem um impacto real na preservação da biodiversidade a nível local. Exemplo disso é o act4nature, lançado em julho de 2018 em França, que reuniu diversos signatários, entre os quais a L’Oréal, a Nestlé e o BNP Paribas.

Os Membros da Rede Global do WBCSD, signatários da Lisbon Declaration, passam a integrar a coligação internacional Business for Nature, à qual pertencem organizações globais como o World Economic Forum (WEF), o World Wildlife Fund (WWF) e da qual o WBCSD já é parceiro.

Ao integrarem a coligação internacional Business for Nature, os signatários comprometem-se a colaborar na preparação de contributos, com as empresas suas associadas, para a Convenção sobre Diversidade Biológica (COP15).

Assim, cada Membro da Rede Global do WBCSD, no seu país, compromete-se a:

  • Ajudar as empresas suas associadas a compreenderem os seus impactos e dependências relativamente à biodiversidade e serviços de ecossistemas;
  • Promover uma iniciativa conjunta, com as empresas associadas, para o estabelecimento de compromissos individuais que devem ser alcançados através de ações concretas e monitorizáveis;
  • Recolher, junto dos seus associados, contributos sobre soluções, políticas a desenvolver e outras recomendações para o acordo que se prevê que venha a ser o resultado da COP 15.

Leia o Press Release aqui

Consulte a Lisbon Declaration aqui.

Notícia do WBCSD aqui.

2019-10-16T14:35:43+00:00
This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept